Brasil

Brasil
Brasil

24 de ago de 2008

No Brasil, tropas federais vão garantir a segurança durante a campanha eleitoral no Rio de Janeiro.

A segurança será reforçada em 20 regiões do Rio de Janeiro onde vivem mais de um milhão de pessoas. A Polícia Federal ajudou a Justiça Eleitoral do Rio de Janeiro a identificar as áreas que precisam de mais policiamento. “É nessa área que vamos atuar, dentro da área eleitoral, ou seja, tranqüilizando o eleitor, tranqüilizando os candidatos”, afirma o presidente do TRE-RJ Roberto Wider.
Entre as regiões consideradas sensíveis, estão favelas do Rio de Janeiro e locais específicos de cidades da Baixada Fluminense, como Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Nilópolis.
Traficantes e milícias já dificultaram a entrada de candidatos a prefeito em determinadas comunidades e estariam tentando intimidar eleitores. É o que preocupa as autoridades.
O governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, conversou várias vezes com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres Brito, nos últimos dias. Espera receber o reforço policial o mais rápido possível. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, é quem vai definir o trabalho da força e quantos homens vão participar da ação que será coordenada pelo Exército.
“Não deve demorar porque já estávamos conversando com o ministro Jobim há pelo menos doze dias”, afirma o presidente do TRE-RJ Roberto Wider.
Fonte: Jornal Bom Dia Brasil, RG

Nenhum comentário: