Brasil

Brasil
Brasil

28 de jan de 2009

Acordo ortográfico


O acordo ortográfico tem causado sérias polêmicas, sem calcular o desgaste que os professores vão ter que enfrentar nos próximos 200 (duzentos) dias de aula. Por que modificar apenas uma parte da gramática, e não abriu um acordo de reformulação total. Dessa maneira ficaria melhor, inclusive para aqueles que tem dificuldade de memorizar regras gramaticais, que é impossível decorar, em um universo de tamanha acentuação gráfica entre outras mais.
Do outro lado da história, o MEC (Ministério da Educação e Cultura) tem como meta principal alfabetizar prosperar o maior número de aluno possível .
Quem será que está mais preocupado: os alunos, ou os educadores ?
Toda mudança sempre é acompanhada de transtornos, mais essa foi demais, para um país que mal consegue alfabetizar.
- Tenho certeza que sou criticado pelo o meu desempenho relacionado ao assunto. Se alguém presenciou o assassinato da língua e gramática portuguesa, estou aberto para aceitar ajuda. Pois fico muito grato, jamais terei como ofensa.
- Sou convicto de que nunca cometi tamanho sequestro, como esses que encontrei na cidade de Salvador, onde o analfabetismo vem caindo de maneira brusca, conforme pronunciamento de autoridade política e pesquisas

Você já leu estas palavras em algum lugar

VOCEIS-----------(vocês)
AUMOSSO--------(Almoço)
ONDIBO----------( Ônibus)
CAZA-------------(Casa )
MUXILA--------- (Mochila)
ASSUCAR-------- (Açúcar)

SERVEJA---------(Cerveja


Entre outras, agora vamos refletir sobre o índice de alfabetizado no país e na Bahia.

Postar um comentário