Brasil

Brasil
Brasil

5 de dez de 2007

Construção de trem-bala e turismo movimentam R$ 10 bi

A indústria do Turismo deve receber pelo menos R$ 8 bilhões até 2010. Contempla projetos, sobretudo, na região da Costa do Sol de acordo com o levantamento da Firjan divulgado ontem.
Em logística, os valores chegam a R$ 28,4 bilhões com a implantação de projetos de infra-estrutura, em especial o Arco Metropolitano, na Baixada Fluminense, a modernização do Aeroporto Internacional Tom Jobim e o trem-bala Rio-São Paulo.
- Todos os investimentos em logística vão ampliar a competividade do Estado, evitando o uso das rodovias e acelerando o escoamento das produções - disse o presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira.
O trem de alta velocidade, por exemplo, vai beneficiar toda a região metropolitana do Rio que hoje possui cerca de 11,4 milhões de habitantes. Vai custar quase R$ 2,3 bilhões nos primeiros três anos de implantação do projeto.
A ligação entre Rio e São Paulo vai representar grande desafio para a economia destes dois Estados. Os dois juntos deverão ter em 2015 - previsão de conclusão da obra - mais de 63 milhões de pessoas atendidas, população superior à da França.
A Fazenda São Bento da Lagoa, investimento gigante do turismo fluminense, engloba a construção de três resorts em Maricá, no Leste Fluminense, ao custo de R$ 8 bilhões.
Os três resorts, com até 500 quartos, ainda contarão com centro empresarial, condomínio de casas e de prédios, campo de golfe e vila de pescadores, em uma área de 2,2 milhões de metros quadrados. Na Lagoa de Maricá, o grupo de espanhóis e portugueses planeja construir uma marina com capacidade para mil barcos, a única do porte entre os municípios de Vitória e Rio. A obra tem início previsto em 2008 e deve estar concluída até 2010.

Jornal do Brasil
Da redação

Nenhum comentário: